Top
Black Mirror Queda Livre Nosedise

Black Mirror: episódio Queda Livre tem muito mais a nos dizer

O que será que o episódio “Queda Livre” da série Black Mirror tem a ver com a nossa atualidade? Black Mirror é uma daquelas séries que não te cobra um acompanhamento assíduo, onde você precisa estar sempre maratonando para não esquecer os episódios anteriores, justamente porque os episódios não têm continuação. Cada um independe do outro. Além disso, a série traz histórias que parecem um pouco surreais, mas que nos fazem repensar sobre o nosso agora. O episódio “Queda Livre” tem um destaque especial e é dele que vamos falar nesse post.

Capa da série Queda Livre Reprodução: Netflix
Capa da série Queda Livre. Fonte: Reprodução Netflix

Sobre o episódio

Queda livre, nome dado ao primeiro episódio da terceira temporada de Black Mirror, é uma história que nos faz refletir e totalmente ligada ao nosso dia a dia. A atriz Bryce Dallas Howard encorporou a personagem principal Lacie e, através dela, podemos observar como é ter uma vida baseada em likes e avaliações digitais, onde você curte e avalia a outra pessoa de acordo com várias situações, como dar um “oi”, pedir um café e deixar uma curtida para o garçom e por aí vai. Ou seja, qualquer tipo de encontro com outra pessoa requer uma avaliação, seja ela positiva ou negativa.

Imagem de uma cena do episódio Queda Livre da série black mirror
Cena da série Queda Livre. Fonte: Reprodução Netflix

Outra questão é que todas essas avaliações e likes são vistos por todos, em uma nota que vai de 0 a 5. Então, quanto maior a sua nota, mais bem-visto e mais privilégios você terá, como: um melhor emprego, as pessoas falarão mais com você e você também poderá morar em uma casa maior ou em um bairro considerado mais chique.

Outro detalhe do episódio, é que todo o cenário está em tons pasteis, expressando pessoas harmoniosas, calmas, que estão sempre felizes. Lacie, apesar de não ter nota 5 e não ser considerada uma pessoa de elite, busca a todo custo manter notas altas para continuar no mesmo patamar de boa visualização.

Em dado momento, ela decide mudar de casa, mas para ter descontos no aluguel do imóvel, precisa ter uma nota maior do que a que já tem. E como conseguir notas maiores? Conhecendo pessoas com notas maiores e sendo bem avaliados por elas. É assim que ela busca uma amiga de infância que tem uma vida de likes muito superior. Aproveitando essa oportunidade de encontrar sua amiga, Lacie põe tudo a perder em uma saga para conseguir maiores curtidas.

Gif de uma cena do episódio

Mas como isso pode ser comparado a vida real?

O Instagram é uma rede social baseada exatamente nisso: likes. Quanto mais curtidas, mais comentários e mais amigos você tiver, mais as pessoas te olharão de uma melhor forma e mais irão querer te acompanhar.

As pessoas que estão dentro dessa rede social tendem a filtrar apenas partes boas da sua vida para compartilhar, gerando assim, uma ideia de que não existem problemas em suas vidas. E quanto mais uma pessoa posta fotos bonitas e vídeos felizes, mais outras pessoas tendem a fazer o mesmo e mostrar um estilo de vida que nem sempre condiz com a realidade.

Quantas vezes você preferiu comprar algo de uma loja por causa da quantidade de seguidores? Ou resolveu acompanhar uma pessoa por causa dos seus vídeos felizes mostrando seu dia a dia sem problemas para resolver? Toda essa situação se tornou um hábito, algo normal. Por isso se tem a ideia de que, se algo está me gerando engajamento, então continuarei mostrando para gerar ainda mais.

E assim vai se construindo uma sociedade não humanizada, onde vivemos a troco de visualizações e curtidas. Sem muitas vezes mostrar a realidade., porque estamos sempre em busca de agradar e sermos vistos.

Mas calma que nem todo mundo é assim

Para cada regra há uma exceção e muitas pessoas já perceberam que essa linha de vida não é a melhor forma de viver. Porque não são todos os dias que estamos de fato bem, felizes, prontos para resolver qualquer problema. Dividir esse lado também é saudável para que outras pessoas consigam enxergar que não existe perfeição em nenhum mundo. Seja no Instagram ou qualquer outra rede social.

Não conseguimos de fato admitir, mas nossas ações são muito pautadas pelo outro de maior “poder” virtual que o nosso. E é por isso que há tantos digitais influencers ditando nossas escolhas e influenciando nosso modo de vida.

E você, se tivesse que basear sua vida em notas, qual seria a sua? Black Mirror arrasa!

Gif de uma cena do episódio queda livre

Jornalista paraibana, se especializando em Neuromaketing e idealizadora de uma revista que vê no feminismo a esperança do mundo, lutando para que mulheres reconheçam seus espaços e se sintam livres.

Post a Comment